Mais Saúde: Canoagem e asma

Para crianças e adolescentes asmáticos a canoagem é um excelente esporte, afirma o professor Luzimar. Saiba quais as razões dessa importante recomendação.

A asma é uma doença cercada de mitos e preconceitos, a começar pelo nome que quase sempre é evitado, por estar popularmente associado a formas mais graves de doença.

Uma doença de evolução crônica, que muitas vezes melhora na adolescência, mas isto nem sempre ocorre, e a pessoa pode continuar a ter sintomas até a idade adulta ou durante a vida toda. De qualquer forma, a asma, se adequadamente tratada, não impede que o indivíduo pratique atividades físicas.

Imagem: Pixabay / Cengeron


A resposta do asmático diante do exercício é diferente do não asmático. Há de se compreender que nem todas as atividades físicas provocam esse tipo de reação. Os exercícios podem ser classificados em mais asmagênicos (mais provocadores de crises) como a corrida e menos asmagênicos como a natação por exemplo. A resposta ao exercício aparece alguns minutos após cessado o esforço e se reverte após aproximadamente 60 minutos. Na maioria dos indivíduos, o BIE consiste em uma única crise de rápido início e recuperação. Alguns podem desenvolver uma reação tardia (4 a 10 horas após o exercício).

Inúmeros fatores podem agravar o BIE como gravidade da asma, presença de obstrução nasal, tipo e intensidade do exercício físico, poluição atmosférica, temperatura e umidade ambiente, assim como, associação a determinados produtos químicos (medicamentos, conservantes, corantes, etc.).

A obstrução nasal agrava e intensifica o BIE pela diminuição da capacidade de filtragem, preaquecimento e pré-umidificação do ar inalado. Embora existam inúmeras causas de obstrução de vias aéreas superiores, a mais comum e tratável é a rinite alérgica.

Canoagem e Asma
Para iniciar um programa de atividades físicas recomenda-se procurar compreender as funções orgânicas, principalmente aquelas diretamente envolvidas no esforço físico, de forma que o organismo trabalhe para e não contra o indivíduo.

Imagem: Pixabay / Gianni Crestani


As atividades físicas podem ser mais provocadoras de broncoespasmo, como a corrida e o ciclismo, porém não devem ser totalmente evitadas, e outras têm o menor potencial de desencadear crises como a canoagem e a natação, que devem ser enfatizadas. O equilíbrio e as combinações entre as atividades, com suas intensidades e durações, são fundamentais, pois o asmático “sub-treinado” não obtêm benefícios e o “super-treinamento” provoca efeitos danosos.


A Canoagem é uma excelente atividade física para os que sofrem de asma, seja como recreação e lazer ou como esporte competitivo. A principal razão para a excelência dessa atividade está na baixa asmagenicidade, ou seja, tem menor potencial de induzir o broncoespasmo através do exercício.

Os estudos nessa área apontam que os mecanismos deste efeito não
estão totalmente esclarecidos, mas os trabalhos experimentais realizados indicam os efeitos benéficos da alta umidade do ar inspirado evitando assim um dos fortes provocadores do BIE, que é o ressecamento das vias aéreas durante atividades intensas. Há uma película de evaporação constante garantindo essa umidade. Não se tem, no caso da canoagem, o efeito prejudicial do reflexo do mergulho (estímulo parassimpático), encontrado na natação, que é um provocador de broncoespasmo. Outra vantagem é não haver a irritação das vias aéreas causada pelo cloro, seus derivados e outros elementos químicos usados no tratamento da água. Portanto tem-se apenas o efeito benéfico da umidade do ar inspirado, sem os efeitos indesejáveis. Aponta-se ainda mais uma vantagem que é o fato de nas superfícies de evaporação dos espelhos d´água ser menor a concentração de partículas inalantes em suspensão, que são alérgenos potenciais e irritantes das vias aéreas.

Imagem: Freepik / Wirestock


Atividades físicas onde a maior concentração de trabalho é realizada pelos membros superiores e executadas com ritmo, de movimentos e respiratório, são consideradas menos asmagênicas. Nesse sentido, nos movimentos simétricos e ritmados das remadas reside talvez a principal vantagem da canoagem, pois são excelentes para promover eficiente movimentação dos arcos costais e articulações costovertebrais, proporcionando, assim, expansibilidade torácica e eficiência na mecânica respiratória.

A simetria e o ritmo dos movimentos colocam o trabalho respiratório também em ritmo regular.

A associação desses benefícios e vantagens faz da canoagem uma prática de excelência para asmáticos.

Luzimar Teixeira

Acesse o Sistema CEPEUSP
CEPEUSP - 50 anos