Mais Saúde: Postura

Exercícios para prevenir as alterações posturais comuns decorrentes de doenças respiratórias; visam alinhar os segmentos vertebrais e fortalecer os grupos musculares. Confira!

Considerando que as alterações posturais interferem e modificam a mecânica respiratória e que, as alterações respiratórias interferem e modificam a postura, temos, assim, um círculo vicioso com sobreposição de efeitos danosos. Desse modo, torna-se evidente e necessário um trabalho com exercícios posturais.

Esse trabalho é baseado na tomada de consciência sobre o controle, a manutenção e as mudanças das posturas corporais. Paralelamente, é preciso dar condições à musculatura para assumir atitudes novas. Atingir esses objetivos depende de exercícios de percepção corporal (proprioceptivos), alongamento, fortalecimento de grupos musculares responsáveis pela manutenção da postura (paravertebrais, abdominais e glúteos) e relaxamento.

O objetivo dos exercícios posturais é promover o alinhamento dos segmentos vertebrais e prevenir as alterações posturais comuns e decorrentes das alterações respiratórias (Figuras 1 a 8).

1- Em pé e com joelhos ligeiramente flexionados, colocar uma das mãos próximas às costelas e a outra logo abaixo do umbigo. Ao inspirar, contrair o abdômen, tentando aproximar uma mão da outra, sem, no entanto, flexionar o tronco à frente.

2- Em seguida, caminhar da forma mais natural possível

3- Sentado, pernas flexionadas e sola dos pés unidas. Sustentar um bastão acima da cabeça. Levar a cintura para trás e para frente, percebendo o movimento de báscula do quadril.

4- Na mesma posição do exercício anterior, deixar que o bastão fique atrás das escápulas. Repetir o movimento de báscula.

5. Sentado, pernas flexionadas. Imaginar um fio preso no alto do teto e sua ponta no alto da cabeça. Ao expirar, procure imaginar que o fio está mais curto e, por isso, tente puxar a cabeça para o alto. Quando inspirar, encaixar a coluna na parte lombar. Atenção para os ombros que devem ser empurrados para baixo.

6. Em decúbito ventral, pernas e braços estendidos. Elevar os braços do chão, alternadamente. Manter, durante todo o exercício contato com o chão e os olhos voltados para baixo.

7. Na mesma posição, elevar, simultaneamente, os braços e pernas opostos.

8- Em quadrupedia, estender, simultaneamente, braço e perna opostos, procurando sentir a ponta do pé e da mão bem estendida como se tentasse alcançar algo que está atrás e algo que está à frente.

Luzimar Teixeira

Acesse o Sistema CEPEUSP
CEPEUSP - 50 anos